JONAS BROTHERS, VIRGINDADE E O EVANGELHO

Recentemente o Joe Jonas, um dos ex-integrantes da banda Jonas Brothers concedeu uma entrevista em que falou sobre sua fé e sexualidade. Na entrevista, o jovem de 24 anos revela porque deixou de frequentar a igreja dos pais e perdeu a virgindade. Suas palavras me fizeram refletir muito acerca do impacto da nossa atual cultura gospel na vida de milhares de jovens evangélicos.

Lembro-me de ter ouvido falar dos Jonas Brothers quando ainda estava no Ensino Fundamental. A primeira coisa que me disseram é que eles eram evangélicos, eram da Disney e usavam anéis de pureza, pois queriam se casar virgens. Naquela época a cultura gospel ainda não era muito forte e movimentos como o “Eu Escolhi Esperar” e outros ainda não eram comuns. Assim, os Jonas passaram a ser meio que um referencial e passei a admirá-los por isso, embora não curtisse muito suas músicas. Achei muito legal a postura deles porque isso era algo que eu sempre defendia, mas parecia ser anormal por isso. Daí, de repente, os popstars do momento aparecem defendendo as mesmas coisas e influenciando milhares de meninas no mundo inteiro.

Até então, eu não conseguia perceber o que estava por trás disso tudo e o quão enganadora e frustrante era essa atitude. O que foi expresso claramente pelo Joe Jonas em sua entrevista. Eu o achei bastante sincero e confesso que tive compaixão dele, ao mesmo tempo em que me entristeci ao ver os rumos que a minha geração evangélica tem seguido.

O Joe falou que por ser filho de um pastor sempre sofreu uma série de pressões sobre como deveria agir e se vestir e foi em parte por isso que decidiu usar o anel de castidade e se manter virgem até o casamento. Logo após o sucesso as pressões aumentaram por ele ser um cantor da Disney. Era necessário que ele mantesse sempre uma imagem de bom rapaz e isso o frustrava muito. Por fim, chegou um momento em que tudo isso perdeu o sentido para ele, inclusive a religião e a castidade. Por isso, deixou de ser religioso – embora afirme crer em Deus e ter uma certa forma de espiritualidade – e perdeu a virgindade aos 20 anos.

O que mais me chamou a atenção nisso tudo, foi perceber o quanto o legalismo e a religiosidade conseguiu quase destruir a vida de um jovem rapaz, frustrando-o e pressionando-o a ser alguém que ele não era apenas para agradar as pessoas. Exatamente o mesmo que tem acontecido com milhares de jovens evangélicos em nossas Igrejas hoje em dia. O Evangelho hoje no Brasil tem sido reduzido pela cultura gospel simplesmente a uma série de regras, entre as quais, a principal é não fazer sexo antes do casamento. É como se o sexo fosse a coisa mais importante do mundo e toda a Bíblia e a obra de Cristo na cruz se resumisse a isso, a não fazer sexo antes do casamento.

É claro que a pureza sexual é algo importante, mas não é um fim em si mesmo. É uma consequência de algo muito maior. A castidade que agrada a Deus vai muito além da ausência de atividade sexual e tem muito mais a ver com motivações e satisfação. O que deve motivar um jovem a se manter casto não deve ser agradar seus pais ou a sociedade, tampouco a garantia de uma vida sexual após o casamento. O desejo por se manter puro sexualmente, deve ser nada mais do que uma consequência de um coração regenerado e totalmente satisfeito em Deus. Quando o Evangelho realmente faz sentido para um jovem e a obra da salvação é entendida, seu maior desejo é ter uma vida de santidade, honrando a Deus de todas as formas, inclusive sexualmente.

Como cristãos, não somos chamados a pregar moralidade ou bons costumes simplesmente. Somos chamados a pregar a salvação pela fé somente em Cristo. O resto é apenas consequência disso. Porém, se insistimos em pregar apenas padrões morais como a Sarah Sheeva tem feito, por exemplo, tudo o que geraremos na vida de nossos jovens será decepção. Isso não passa de legalismo, farisaísmo. Exatamente o que Jesus condenou veementemente diversas vezes nos líderes religiosos de sua época.

Outro ponto que achei interessante na entrevista do Joe Jonas é a parte em que ele fala de seus relacionamentos, revelando uma outra triste característica desses movimentos modernos de pureza sexual: o desconhecimento acerca do que é ser um homem de verdade e como tratar uma mulher da forma correta. É a ideia do namoro recreativo. O Joe disse que mesmo tendo permanecido virgem até os 20 anos, namorou diversas garotas e deu a entender que ultrapassou alguns limites.

É triste perceber o quanto os rapazes cristãos desconhecem suas obrigações como homens. Eles não sabem que é seu dever se relacionar com uma mulher apenas quando tiverem condições de se casarem e sustentar um lar, tanto financeiramente quanto espiritualmente. É por desconhecerem isso que tantos rapazes namoram só por namorar; o que muitas vezes só leva à defraudação física e espiritual, principalmente das moças. Desse modo, não há como se manter puro só por moralismo. É preciso uma motivação bem maior.

É por isso que me sensibilizo com o Joe Jonas e com todos os jovens evangélicos da minha geração que por conhecerem apenas um moralismo legalista tem vivido vidas medíocres e sem significado. É por isso que está na hora de voltarmos ao Evangelho. É por isso que devemos pregar Cristo crucificado e a satisfação da santidade. Só assim a pureza sexual fará sentido e valerá a pena esperar.

Igor Sabino

https://www.facebook.com/igorhsabino

Anúncios

2 comentários

  1. Concordo com você. Não adianta nada fazer algumas coisas se a motivação não é verdadeira. Se uma pessoa não conhece a Cristo de coração pela fé no sacrifício da cruz, ela não vai viver uma vida que agrade a Deus.

    Curtir

  2. Gostei muito do texto.
    Tenho 17 anos, virgem e filha de pastor.
    Meu pai nunca proibiu a gente de nada, mas desde que sou pequena ele me ensina sobre todos os assuntos a maneira de Deus.
    Sempre achei ótimo ele esclarecer as coisas; e por aprender de Deus comecei a amá-lo de verdade.

    Muito interessante e bem bolado este texto.
    Acredito que o papel da família bem estruturada na palavra de Deus, é fundamental para o nosso crescimento, tanto espiritual como pessoal.

    Deus abençoe vocês!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s