“Como Ser Uma Esposa Piedosa” por Mary Beeke

Boldini. Giovanni ferrarese 1842 mulher no jardim a lerjpg

O plano perfeito de Deus para as famílias inclui a criação de homens e mulheres bem como a maneira que um deve se relacionar com o outro. Nós fomos criados perfeitos; infelizmente, o pecado alterou o plano. Mas Deus, em sua misericórdia, nos deu o casamento, uma jóia do Paraiso. O chamado do marido para amar, nutrir e se entregar pela sua noiva, como Cristo o fez pela Igreja, é complementado pelo chamado da esposa para respeitá-lo e se submeter a ele. Juntos ele formam um time. Ele é o cabeça da casa, provendo e protegendo. Ela está ao seu lado como eixo, parte central na casa. À medida que a cultura muda, os detalhes de como isso funciona pode mudar, mas o plano de Deus está além do tempo. Nós o desprezamos por nossa conta e risco, mas quando o seguimos seremos abençoados. Focando no papel da esposa piedosa, a primeira bênção vem quando nós nos submetemos aos planos de Deus com contentamento, confiando na Sua sabedoria, sendo firmes contra a insistência do feminismo em dizer que isso é degradante, escolhendo estar no centro da vontade de Deus e aguardando mais bênçãos. A esposa piedosa é abençoada quando ela ama a Deus acima de todas as coisas, e a Sua Palavra está escrita no seu coração e é demonstrada em sua vida. Ela luta contra o pecado que ainda habita dentro de si gastando tempo a sós com Deus em oração e leitura. Seu andar e falar são como luz sobre o monte e sal na terra. Caminhar com o Senhor a capacita a andar em harmonia com o seu marido. A esposa piedosa é

abençoada quando ela é fiel ao seu marido. Ela dá a ele amor, carinho, compromisso e atenção de todo o seu coração. Ceder a tentação não é um opção, ainda que os músculos dele estejam diminuindo, a barriga e os cabelos brancos aumentando e a vida menos cheia de emoções. Ela não busca uma nova receita, mas tempera com os ingredientes que tem, colocando toda a sua energia no seu relacionamento como seu marido. A esposa piedosa é abençoada quando ela trata o seu marido da forma pela qual ele foi criado para ser tratado. Para as solteiras que desejam ser uma esposa piedosa: ore e escolha sabiamente. Case-se com um homem que você possa respeitar, não com um tolo, egoísta, raivoso e imaturo. Case-se com um homem piedoso que a ame por completo. Spurgeon nos advertiu a mantermos os olhos bem abertos antes do casamento e semi-fechados após o casamento. Então a mulher casada deve se concentrar nas virtudes do seu marido e minimizar as suas irritantes idiossincrasias. O respeito por seu marido começa no seu coração e flui para o seu tom de voz, expressões faciais, afeto e palavras. Ele deseja a sua apreciação pelo trabalho que faz bem como o reconhecimento de seus dons. Assim como ele naturalmente flexiona os bíceps quando você coloca sua mão acima do cotovelo dele, da mesma forma ele naturalmente flexiona as caraterísticas que você elogia. Preocupe-se menos em alimentar o ego dele; concentre-se em reconhecer os seus pontos fortes e espere para ver que coisas boas acontecerão no seu casamento. Ingresse no mundo dele perguntando-lhe como foi o dia. Mantenha-se conectada. Converse sobre seus pensamentos e sentimentos, sobre coisas naturais e espirituais. Mantenha o romance e a intimidade vivos. Continue a sair juntos. Mantenha-se o mais saudável e atraente possível. E sempre seja carinhosa. Nutra o seu casamento, isso é precioso. A esposa piedosa também é abençoada quando ela se submete ao seu marido. O time marido-mulher pode ser comparado ao de presidente e vice de uma empresa que se especializa em liderança servil. São pessoas de igual valor, assim como as crianças e empregados, mas alguém tem que assumir o controle. Marido e mulher devem ser melhores amigos. Devem discutir questões familiares e tomarem decisões para o bem da família. Quando não concordarem, o marido tem a palavra final, submetendo-se apenas a Deus e às Escrituras. Alguns homens são difíceis de respeitar e se submeter; suas esposas têm o desafio de passar por cima do comportamento deles e seguir o caminho de obediência a Deus. Essa esposa não é como um tapete, ela não pode concordar ou aprovar o pecado, mas ela experimenta um duro amor. Ela terá que orar por coragem. Ela aguarda e ora que ele seja santificado pelo seu exemplo (1Co 7:10-17). A esposa piedosa é abençoada quando ela ama e nutre os seus filhos,

quando serve como exemplo de piedade. Ela dita o tom de alegria e paciência da casa. Ela trabalha duro. Seu papel como esposa e mãe são separados, mas interligados. Efésios 5 e Provérbios 31 nos diz que o marido deve ser a sua prioridade. É bom lembrar disso, já que o instinto materno é tão forte e nossos filhos geralmente precisam de mais cuidado físico que os nossos maridos. Ela acode ao próximo, primeiro os da casa da fé, e depois aos que ela encontrar. Bênçãos seguirão a esposa piedosa quando ela segue o plano de Deus para o casamento, e aqueles que estão ao seu redor também serão abençoados.

Extraído de: http://www.mulherespiedosas.com.br/como-ser-uma-esposa-piedosa-por-mary-beeke/

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s