PROJETANDO SUA FELICIDADE NO SENHOR E NÃO EM SEU CÔNJUGE

CJG
Olá meninas, vocês gostariam de casar e constituir uma família? Acredito que a resposta da maioria será SIMMM!!!!

Mas vocês já pararam para pensar em quais são os motivos que te fazem desejar um casamento? Se não, para e pense um pouco… Por que eu quero casar? Reflita antes de continuar a leitura!

Certo dia ouvi uma frase e confesso que fiquei um tanto chocada. O autor de um texto sobre casamento dizia: “Casamento não é para você”! Achei um tanto agressivo aquele autor dizendo para tantas pessoas que “casamento não é para você” e fiquei a pensar: “quem ele acha que é para sair por aí dizendo isso! Não sei se os outros concordam com ele, mas eu não concordo! Casamento é para mim sim e ponto final!” Porém, envolvida por uma certa curiosidade e também por uma certa antipatia por aquele texto, prossegui a lê-lo e por fim deu-me vontade de parabenizar o autor por tanta sabedoria encontrada naquelas letras, levei meio que um tapa na cara, redimi o meu pensar e humildemente concordei com a bela idéia do autor daquele texto, que sabiamente expressava que “casamento não é para nós mas para os outros”.

Minhas queridas, acredito que vocês desejem casar, então vamos refletir um pouco sobre o que nos impulsiona a esse processo. Caso você tenha sido chamada ao celibato, amém por isso, mas não deixe de refletir comigo, de repente essas palavras podem servir para que você aconselhe alguém.

O ser humano ao nascer mantém contato com a primeira instituição social que é a família, então desde cedo ele começa a ter contato com outros e surge a necessidade do viver em grupo, com o desenvolver da vida desse ser humano, ele acaba passando por boas experiências que refletem aspectos positivos em sua personalidade e também por experiências negativas, que refletem aspectos negativos.

Sabemos que quem está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já passaram (2 Co 5.17), porém, apesar do Senhor nos curar, nos moldar, nos fazer uma nova pessoa, regenerar o nosso caráter, Ele não nos tira imediatamente dessa terra e nos leva para glória, então continuamos a ter contato com diversos fatores que afetam o nosso emocional, contudo Ele nos deixa a mensagem que enquanto estivermos aqui continuaremos a ter aflições, seja  de nível físico, emocional, psicológico, etc, mas Ele estará conosco todos os dias de nossa vida (Jo 16:33). Então onde estou querendo chegar com esse discurso?

Quero dizer que mesmo que tenhamos sido regeneradas pelo Senhor, enquanto estivermos nessa terra ainda continuaremos tendo diversas problemáticas em diversas instancias de nossa vida, então vamos nos ater um pouco ao aspecto emocional e psicológico desse ser humano que está buscando entrar em um relacionamento, que segundo a Palavra deve ser para a vida inteira.

Você já parou para pensar no quanto que você é um ser humano com problemáticas individuais que busca um outro ser que também tem suas dificuldades e que você vai ser extremamente infeliz se projetar sua felicidade  no outro, pois esse outro também busca ser feliz, porém essa felicidade que completa  o indivíduo, só poderá ser encontrada no Senhor.

Quantas mulheres com fragilidades psicológicas e emocionais, muitas das vezes, porque não tiveram em seu pai, uma figura de proteção e segurança, projetam no seu futuro esposo sua enorme necessidade de ser feliz, como se esse pobre mortal tivesse a capacidade de preenchê-la plenamente com felicidade.

Querida amiga, se teu desejo é constituir uma família, é interessante que esse desejo trilhe o caminho correto desde o início e, o seu primeiro passo seria buscar ao Senhor de todo o teu coração a fim de sentir-se completa nEle.

É necessário ter um encontro real com o Senhor e entender que só Ele te completa e não seu cônjuge, entender que só o Senhor pode suprir tua enorme necessidade de ser feliz. Você deve desejar casar com alguém, não para que esta pessoa te complete, mas para que você se doe e sirva a mesma, pois casamento não é para você, não é para atender os seus caprichos, mas casamento é para que você se doe e sirva ao outro.

Quantos casamentos estão enfrentando sérios problemas, porque um dos cônjuges joga em cima do outro o fardo de ter que ser perfeito e ter a grande responsabilidade de fazer o outro feliz.

Perdoe-me a sinceridade, mas essa projeção de felicidade em cima do outro é uma consciência mundana, o casamento bíblico instituído pelo Senhor, é projetado em cima de doação, auxílio, companheirismo, proteção e não na dependência emocional do outro.

A cura de tuas lacunas emocionais vem do Senhor e não do seu esposo, pois ele também tem suas próprias lacunas e seus próprios conflitos.

Casamentos felizes começam durante o namoro, no qual o teu direcionamento deve ser não em buscar um relacionamento para que o outro te complete, pois só o Senhor te completa, pois esse outro é humano e muitas das vezes irá te decepcionar, como você também irá fazer o mesmo.

O teu direcionamento deve ser em buscar no casamento, uma oportunidade de ambos crescerem juntos, superarem suas dificuldades, ajudarem-se entre si a vencer gigantes, sentirem-se acolhidos, protegerem-se, cuidar um do outro e acima de tudo servir um ao outro cada um assumindo o seu papel bíblico, o homem sendo o protetor e a mulher auxiliadora, ambos com uma visão de Reino, crescendo em Cristo, educando os filhos no caminho do Senhor e fazendo com que através desse casamento Cristo seja glorificado.

Essa é a missão do casamento instituído pelo Senhor, a glória de Cristo e não o preenchimento de tuas lacunas emocionais.

Jogue-se aos pés do Senhor, deixe Ele curar suas feridas e sarar teu coração.

CJG2

Niérika Barbosa.
Facebook: https://www.facebook.com/ny.barbosa.5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s